1 de dezembro de 2018

Gravar arquivo .hex no Arduino - Proteger Sketch

Uma forma de proteger seu código fonte é compartilhar o arquivo compilado.


Após desenvolver o programa, é possível compilar gerando um arquivo com a extensão .hex e gravá-lo no Arduino.
Para projetos profissionais é uma maneira de manter seu código fonte seguro, podendo enviar para gravação nas placas sem compartilhar o desenvolvimento da lógica de programação.

Gerar o arquivo compilado:
Na barra de menus da IDE Arduino, em Sketch \ Exportar Binário compilado, ou com as teclas de atalho Ctrl + Alt + S.


Serão gerados dois arquivos .hex no mesmo diretório do arquivo .ino.


Um possui somente código fonte, o outro possui o bootloader compilado junto.

Quando o microcontrolador é energizado, o primeiro programa a ser executado é o bootloader, e após a sua finalização que é executado a função setup() e depois loop() e as demais.

A vantagem de gravar no microcontrolador o arquivo sem o bootloader é que o programa inicializará no ato que o circuito for energizado. A diferença é de alguns segundos mas, dependendo do projeto, isso pode ser um diferencial.

Gravar o arquivo compilado no Arduino:
Para efetuar o upload do arquivo .hex no microcontrolador encontrei algumas - poucas - opções, baseadas em um front para simplificar a utilização do AVRDUDE.

Fiz minha própria versão e deixo aqui para compartilhar com vocês.


É possível efetuar o upload do arquivo .hex para as versões de Arduino Uno, Nano, Pro Mini, Mega e Gemma (Attiny85).
Ao selecionar o modelo da placa, os demais campos já serão preenchidos automaticamente.

O download do HexArduino pode ser feito através dos links:
https://www.4shared.com/zip/o7I7lMTeda/HexArduino.html
https://mega.nz/#!GZdxVYAI!SpQGo_8arFhmHaX5ZWrai8illoj7MS4MkeqJCbtbjzY

Para mim é útil e, espero que possa ser útil para outras pessoas também!
Abraços!

Nenhum comentário:

Postar um comentário